Se você tiver que usar uma máscara para se exercitar durante a pandemia do coronavírus, esta é a maneira de confirmar que você está seguro.

Quando os pedidos para ficar em casa começam a diminuir e, portanto, a pandemia do coronavírus diminuir (tem que acabar em algum momento, certo?!). As academias e estúdios de ginástica começaram a abrir novamente. No entanto é preciso usar máscara para se exercitar.

Os crossfit também abre. Mas você não vai lá né?!

isso pode causar uma série de perguntas para amantes da musculação, obstinados em conquistar o shape dos deuses e todos os outros fanáticos por fitness. Até mesmo os frangos (Que nem eu).

homem se exercitando na academia
Homem se exercitando na academia

É seguro ir para a academia? Eu ainda tenho que ficar a dois metros de distância de todos? Com que vigor eu quero limpar o equipamento? na verdade, você deveria continuar em casa e se exercitar com objetos domésticos para garantir a segurança.

Mas aqueles que desejam voltar a ativa e meter o shape devem fazer uma grande pergunta: Devo voltar a ir pra academia ou não?

Os órgão de saúde e governos estaduais estão ordenando o uso de máscara para se exercitar. Não só em academias fechadas, mas também em áreas livres, como parques e afins.

Vários países e algumas partes do Brasil tornaram essa prática obrigatória. Não sabemos quando essas diretivas terminarão, mas a Organização Mundial de Saúde divulgou orientação em 16 de junho de 2020.

Dizendo que as pessoas não devem usar máscaras durante o exercício físico, pois isso pode reduzir a capacidade de respirar confortavelmente. Observando que o pensamento mais importante sobre como prevenir a propagação de doenças é se distanciar dos outros.

De qualquer maneira, a ideia de se usar máscara para se exercitar soa, miserável. A CNET conversou com alguns especialistas que discutiram tudo que há para entender sobre exercícios usando uma máscara.

É seguro fazer exercícios com uma máscara?

Geralmente, sim, é seguro para muitas pessoas se exercitarem usando uma máscara, Grayson Wickham, um fisioterapeuta e especialista autorizado em força e condicionamento da Movement Vault, disse à CNET. “A maioria das pessoas pode realizar todos os exercícios com uma máscara”, diz Wickham.

  5 Super carros exóticos de cair o queixo!

“Você vai querer observar como está se sentindo enquanto se exercita e cuidar de sintomas específicos como tontura, tontura, dormência ou formigamento e falta de ar.”

Alguém não deveria se exercitar com uma máscara?

Wickham diz que as pessoas com problemas cardiovasculares ou respiratórios subjacentes devem tomar cuidado ao se exercitar com máscara.

A gravidade de sua condição ditará se é ou não apropriado que eles se exercitem com uma máscara, diz Wickham.

“Alguém que tem uma condição respiratória subjacente que está no lado mais grave vai querer se exercitar em ambientes fechados sem máscara”, diz ele, para garantir a segurança para si e outros.

As amostras de tais condições incluem asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), bronquite, FC, fibrose pulmonar e outras condições que afetam os intestinos ou os pulmões.

Se você tem problemas cardiovasculares ou respiratórios, é uma boa ideia perguntar ao seu médico sobre exercícios com máscara antes de tentar. Se você não puder ir ao médico imediatamente, tente ligar ou agendar uma consulta de telemedicina.

Além disso, as pessoas que estão começando a se exercitar ou que não se exercitaram durante algum tempo devem prestar atenção extra se fizerem exercícios usando máscara.

Monitore a intensidade do seu treino e mantenha-o na intensidade de baixo a moderado para evitar sintomas como tonturas e desmaios, diz Wickham.

O que acontece quando você se exercita com uma máscara?

Em comparação com a respiração normal, o uso de qualquer máscara bastante protetora diminui o fluxo de ar em seus pulmões, disse Scott McAfee, fisioterapeuta e especialista em ortopedia do MovementX, ao CNET.

Homem usando máscara para se exercitar de maneira correta
Homem usando máscara para se exercitar de maneira correta

Menos oxigênio nos pulmões significa menos oxigênio na corrente sanguínea e nos músculos em atividade, o que torna o treinamento mais difícil. “Máscaras diferentes têm níveis variados de restrição do fluxo de ar, dependendo da espessura do material”, diz McAfee.

“Com menos ar, seu corpo tem menos oxigênio disponível para utilizar durante o exercício para converter glicose [açúcar] em energia.”

McAfee diz que qualquer pessoa, mesmo aqueles que têm um nível comparativamente alto de condicionamento físico, deve esperar fadiga mais rápida ao se exercitar com uma máscara, comparando este cenário ao treinamento de altitude ou ao usar uma máscara de privação de oxigênio para obter maior condicionamento respiratório (algumas coisas que atletas de elite fazem).

  Policial é preso após comprar pornô na Inglaterra!

“Em algumas semanas, seu corpo certamente se adaptará tornando-se mais eficiente no metabolismo do oxigênio, mas isso leva tempo”, diz McAfee. “Se você começar a se sentir tonto, desequilibrado ou excessivamente cansado, pare. Seja esperto e não insista.”

O que esperar ao se exercitar com a máscara

“Devido ao aumento da resistência respiratória, é normal ter falta de ar mais rápido do que você às vezes faria em seu treino sem a máscara”, diz Wickham.

“Você não será capaz de executar no mesmo nível que simplesmente faria quando não estivesse usando a máscara”, diz ele, acrescentando que você simplesmente pode esperar uma diminuição em seu desempenho no treino enquanto usa uma máscara.

Alguém que apresenta um nível de condicionamento físico mais alto pode não sentir as consequências de uma máscara tão duramente quanto alguém que está simplesmente começando a se exercitar, diz Wickham, mas mesmo as pessoas em boa forma não estarão provavelmente prontas para um desempenho em seu nível normal.

Concentre-se em como seu corpo responde ao treino enquanto usa uma máscara, especialmente durante exercícios de alta intensidade, como levantamento de peso pesado, sprints, pliometria, exercícios estilo CrossFit, treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) e exercícios cardiovasculares.

Homem correndo sozinho em estrada com máscra para se exercitar corretamente
Homem correndo sozinho em estrada com máscra para se exercitar corretamente

Se você estiver se sentindo tonto, com tontura ou com extrema necessidade de respirar, sente-se e aproveite a oportunidade. E se os sintomas não desaparecerem relativamente cedo, você deve tirar a máscara para respirar normalmente, diz Wickham.

E caso seja preciso tirar a máscara, sempre siga as normas de saúde pública do seu estado e verifique se há um mínimo de dois metros de distância entre você e as pessoas.

Como não se sentir desconfortável ao se exercitar com uma máscara

Desculpe – você realmente não vai conseguir contornar isso.

“Infelizmente, é difícil evitar a sensação de constrangimento ao usar a máscara”, diz Wickham. “A boa notícia é que seus pulmões e sistema cardiovascular estão treinando ainda mais enquanto você usa a máscara, pois ela fornece resistência respiratória extra.”

  Como usar a Lei de Pareto para melhorar sua vida

Um forro de prata: quanto mais você se exercita com uma máscara, mais acostumado seu corpo se tornará ao fluxo reduzido de oxigênio e, teoricamente, você deveria se sentir como um monstro quando finalmente puder computar sem a máscara.

Pelo menos assim tu fica monstro né! Ao menos na respiração.

Como saber se você está recebendo oxigênio suficiente.

Contanto que você não tenha uma condição respiratória ou cardiovascular subjacente e esteja prestando atenção ao seu corpo, provavelmente receberá oxigênio suficiente enquanto se exercita com uma máscara, diz Wickham.

A maneira mais precisa de determinar se você está recebendo oxigênio suficiente é usar um oxímetro de pulso, diz Wickham, que informa com precisão a saturação de oxigênio do sangue.

“A próxima coisa mais legal é simplesmente ouvir seu corpo”, diz ele. “Se você sentir tontura, tontura, extrema falta de ar ou dormência e formigamento, você gostaria de evitar os exercícios e sentar-se e arriscar.”

Wickham adverte contra forçar essas sensações: “Se você está sentindo algum desses sintomas, muitas vezes é seu corpo dizendo que algo não está certo, que algo é que você simplesmente não está recebendo oxigênio suficiente para seus pulmões e para o resto do seu corpo “, diz ele.

Portanto, para todos ou qualquer um de vocês que correrão para o rack de agachamento quando as academias reabrirem (eu já tô treinando novamente!), sim, você se exercitará com segurança com uma máscara, desde que preste atenção aos sinais de alerta do seu corpo.

E uma vez que ir à academia com uma máscara provavelmente será uma norma pós-coronavírus, você terá pelo menos consolo de que seus pulmões ficarão muito mais fortes quando você puder se exercitar livremente novamente.

Fonte do artigo: CNET – How to exercise with a face mask — and what not to do

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.